JUSTIÇA DEVOLVE REGISTRO SINDICAL DA CNTV

O Juiz Ricardo Augusto Soares Leite da 7ª Vara da Justiça Federal de Brasília proferiu decisão no dia 17 de outubro determinando ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) que restabeleça de imediato o registro sindical da CNTV, sob pena de crime.

“Por todo o exposto, DERIFO O PEDIDO DE LIMINAR, e determino o restabelecimento imediato do registro sindical da impetrante até o julgamento de mérito deste writ.”

A decisão em caráter liminar corrige a injustiça e restabelece a plena condição sindical da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), desmontando ainda um golpe tramado contra quem enfrenta o patronato, quem liderou a luta pelos 30% de Periculosidade e quem lidera agora a luta do Piso de R$ 3 mil.

Para algumas federações sindicais da categoria, insatisfeitas e incomodadas no seu confortável “bem bom”, uma Confederação que chama sempre os vigilantes para a rua para lutar pelos seus direitos, como nas greves e manifestações do ano passado, precisava ser destruída. Com ou sem registro do TEM, a CNTV demonstrou que ninguém vai parar a luta. Desde que começaram os ataques e mesmo com a Portaria de 23 de setembro suspendo (e não cancelando, como alguns mentirosos insistem em falar) o registro sindical, a luta mais que triplicou, como nas ações de mobilização que acontecem em todo país pelo Piso Nacional, no apoio e envolvimento claro na reeleição da Presidenta Dilma, no apoio às mobilizações e lutas em todos os cantos.

“Agora, com o restabelecimento do registro sindical e correção da injustiça, o ‘gás’ vai aumentar e pelegos e patrões que tremam” afirmou José Boaventura presidente da CNTV.

Veja abaixo declarações de líderes sindicais sobre o assunto.

“A liminar é de extrema importância para a CNTV. A falta de uma Confederação honesta e comprometida com os vigilantes traria um prejuízo enorme para os trabalhadores em todo o país. Temos uma história de trabalho, jamais poderíamos ser prejudicados por um equívoco do MTE.

O momento é de comemoração e certamente todos os militantes honestos estão felizes por conta desta decisão” – Amaro Pereira, presidente do Sindicato dos Vigilantes de Barueri e secretário de Assuntos Jurídicos da CNTV.

“Aí está o resultado para aqueles que acharam que podiam nos calar. A nossa CNTV está mais viva do que nunca. Continuamos na luta e vamos prosseguir desta forma, em defesa dos vigilantes do Brasil e da CNTV” – Adriano Linhares, presidente do Sindicato dos Vigilantes de Petrópolis e secretário de Relações Internacionais da CNTV.

“A justiça foi feita. A decisão judicial por meio da liminar veio impedir que a CNTV fosse ferida por oportunistas. Sempre acreditamos que nossa entidade seria mantida viva, pois ela não é de uma pessoa, e sim dos trabalhadores. Esta é mais uma das muitas vitórias dos vigilantes do Brasil. Parabéns ao jurídico da CNTV pela competência e a toda diretoria por ter se mantido unida, con­ ando na justiça. A CNTV está mais viva do que nunca” – Cláudio José, presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e Regiões e secretário Geral da CNTV.

Fonte: CNTV

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: