JUIZ VAI SENTENCIAR AÇÃO TRABAL ISTA DO SINDICATO CONTRA ROMA E BANCO BASA.

Em audiência no dia 30 de julho de 2014, na 4ª VARA DO TRABALHO DE PORTO VELHO/RO, sob a direção do Exmo. Juiz do Trabalho MAXIMILIANO PEREIRA DE CARVALHO, com a presença do autor, através de seu representante sindical, Sr. Valdemar Cosme de Carvalho, acompanhado do advogado Dr. FABRICIO DOS SANTOS FERNANDES, OAB nº 1940/RO. E o representante da empresa ROMA do seu preposto, Sr. Hélio Sousa Lima, acompanhado do seu advogado Dr. ALAN KARDEC DOS SANTOS LIMA, OAB nº 333/RO. E Presença da segundo réu, BANCO BASA através de seu preposto, Sr. JOSÉ JANDILSON FILGUEIRAS BESERRA, acompanhado do advogado Dr. MARCELO LONGO DE OLIVEIRA, OAB nº 1096/RO.

A proposta de conciliatória foi rejeitada, e o juízo concedeu prazo de 10 dias para que o advogado da Roma junte prova do ajuizamento de ação trabalhista por cada um dos substituídos (vigilantes) desta ação, caso confirma-se as ações individuais o processo do sindicato perde o objeto e o sindicato representara apenas os trabalhadores que não ajuizaram ação individual.

Após esse prazo o juiz vai sentenciar a processo movido pelo sindicato.

Fonte: SINTESV/RO.

APOS DEPOSITO JUDICIAL DA SEDUC SINDICATO ENCAMINHA PARA JUSTIÇA 1º LOTE DE PAGAMENTO DOS EX-VIGILANTES DA ROCHA.

Conforme acordo judicial SEDUC deposita valores e Sindicato encaminha 1º Lote de Pagamento dos Ex-Vigilantes da empresa Rocha., aos vigilantes será pago em grupos/lotes, condicionados aos valores depósitos judiciais efetuados pelo Estado de RO, sendo organizados em ordem alfabética direta (de A até Z) e em ordem alfabética inversa (de Z até A), ficando assegurado o pagamento preferencial aos vigilantes sindicalizados na época da rescisão contratual, uma vez que sempre contribuíram para o crescimento da entidade Sindical, onde tal posicionamento passará a ser adotado nas novas demandas judiciais.

Da mesma forma, serão feitas os demais Lotes, a assessoria jurídica do Sindicato não medira esforços mês a mês para que os demais Lotes sejam depositados para que o mais rápido possível seja solucionada a situação dos vigilantes.

RELAÇÃO DO 1º LOTE DOS EX-VIGILANTES DA EMPRESA ROCHA

 

Nome Cidade Total
ABIMAEL LIMA DE SOUZA Ji-Paraná R$ 4.842,20
ABRAÃO SOUZA LOPES Porto Velho R$ 4.260,79
ADALBERTO OLIVEIRA DIAS Porto Velho R$ 5.381,64
ADÃO DA SILVA SANTOS Ji-Paraná R$ 4.012,40
ADÃO NASCIMENTO Ji-Paraná R$ 3.675,51
ADELICIO CLAUDIO NUNES DOS SANTOS Ariquemes R$ 4.154,01
ADENILSON KELLER DE CASTILHO Cabixi R$ 5.413,37
ADENIR PEREIRA DOS SANTOS Ji-Paraná R$ 4.617,96
ADEON LOPES DE SOUZA R. de Moura R$ 5.002,35
ADILSON DIAS DA SILVA Cacoal R$ 5.413,67
ADIVALDO GUIMARAES DE MORAES Porto Velho R$ 3.739,85
ADNILSON FERREIRA BARBOZA Porto Velho R$ 4.481,56
ADNILSON OLIVEIRA Porto Velho R$ 3.292,81
ADRIANA RODRIGUES DA SILVA Porto Velho R$ 3.517,73
ADRIANO DA SILVA LEITE N. Horizonte R$ 5.041,86
ADRIANO MENDONCA DE SOUSA Buritis R$ 5.075,36
AIRTON GALDINO PEREIRA AMUTARES Porto Velho R$ 4.409,25
ALAN DA SILVA CARNEIRO Porto Velho R$ 4.208,46
ALANA SANTOS MONEGATE Alto Paraíso R$ 4.787,51
ALCINEI MARQUES DE MACEDO Porto Velho R$ 5.776,82
ALESSANDRA PAIVA Ji-Paraná R$ 4.924,59
ALEX BARBOSA DE OLIVEIRA Porto Velho R$ 5.578,78
ALEX LOURENÇO DE OLIVEIRA Cerejeiras R$ 5.110,70
ALEXANDRO BARBOSA MEIRELES P. Bueno R$ 5.147,55
ALEXIS SOUZA COSTA Cerejeiras R$ 4.798,00
ALEXSANDRO BARBOSA RODRIGUES Riozinho R$ 4.819,06
ALEXSANDRO DE OLIVEIRA ANDRADE Porto Velho R$ 4.445,31
ALEXSON PINTO SILVA Porto Velho R$ 5.014,70
ALEXSSANDRE APARECIDO FERREIRA Cacoal R$ 5.169,41
ALTEMIR JOSE SBARDELOTO R. de Moura R$ 4.631,54
ALTENIZIA MIRANDA SOARES DE SOUZA C. do Oeste R$ 4.691,43
ALTEVIR VALE DA COSTA Porto Velho R$ 4.554,39
ALUISIO NUNES NOGUEIRA Porto Velho R$ 4.562,36
AMALVO ANILSON DOS SANTOS Cacoal R$ 5.842,66
AMARILDO DA SILVA SOUZA Porto Velho R$ 4.301,41
AMARINHO FIGUEIRA DOS SANTOS R. de Moura R$ 4.180,89
AMILTON RODRIGUES Rio Crespo R$ 5.017,32
ANANIAS LEPAUS CURITIBA S.F. GUAPORÉ R$ 5.308,47
ANDERSON BRITO MARQUES Porto Velho R$ 6.032,51
ANDERSON DOS SANTOS BRIZANTE P. Bueno R$ 4.480,10
ANDERSON INACIO DA SILVA Cacoal R$ 5.155,43
ANDERSON RAIMUNDO DA FONSECA Ji-Paraná R$ 4.088,04
ANDERSON RODRIGUES MACEDO CRUZ Porto Velho R$ 5.400,06
ANDRE ESCOBAR CORDEIRO P. Bueno R$ 4.518,22
ANDRE VIEIRA FRANÇA Porto Velho R$ 5.452,33
ANDREIA SANTOS VIEIRA Vilhena R$ 4.783,92
ANGELICA SUZANE CAMPOS FERREIRA Vilhena R$ 4.357,27
ANGEVALDO MIGUEL DE LIMA Porto Velho R$ 4.067,03
ANTONIO CARLOS FELIPE SOARES Porto Velho R$ 4.518,94
ANTONIO DA SILVA OLIVEIRA C. Marques R$ 4.093,98
ANTONIO DE MORAES Ariquemes R$ 4.911,31
ANTONIO DOS SANTOS Ji-Paraná R$ 4.843,98
ANTONIO DOS SANTOS PRADO Corumbiara R$ 5.333,00
ANTONIO FELIX DA SILVA Porto Velho R$ 4.292,15
ANTONIO FERREIRA DA SILVA Triunfo R$ 4.697,86
ANTONIO FERREIRA DE CASTILHO Cabixi R$ 4.873,96
ANTONIO FRANCISCO ALVES DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.269,21
ANTONIO FRANCISCO DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.632,54
ANTONIO MARCOS PRADO BARBOSA Vilhena R$ 4.426,09
ANTONIO MORAES DAS NEVES Ji-Paraná R$ 4.874,87
ANTONIO NEURI FERREIRA DE SOUZA Ji-Paraná R$ 4.542,91
ANTONIO RUFINO DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.614,69
ARCLEIDSON DE SOUZA MOLINO Porto Velho R$ 2.840,73
ARIMAR CUELLAR DA SILVA Porto Velho R$ 4.963,76
ARIOSVALDO GUSMÃO DE CARVALHO Porto Velho R$ 4.318,73
ARIVALDO JOSÉ DA SILVA Cacoal R$ 5.479,79
ARLEN JACSON SANTOS MURURÉ Porto Velho R$ 5.298,84
ARMANDO PINHEIRO DA CUNHA Porto Velho R$ 4.624,04
AROLDO BARBOSA DA SILVA Porto Velho R$ 4.527,09
AURIMAR PIRES DO NASCIMENTO Porto Velho R$ 4.258,17
BALDOINO RAASCH S.F. GUAPORÉ R$ 4.847,68
BEATRIZ COLLA DA SILVA Est.  Oeste R$ 4.911,64
BRAZ PEREIRA LOPES Porto Velho R$ 6.128,95
BRUNO EDUARDO MENDES RIBEIRO Porto Velho R$ 5.133,28
CANDIDO DE MORAES NETO C. Marques R$ 4.417,37
CARLOS ALBERTO LOPES DA SILVA C. Marques R$ 4.833,65
CARLOS CLARA DE MIRANDA Cacoal R$ 4.525,67
CARLOS MARCOS SILVA LIMA Porto Velho R$ 3.497,73
CARLOS ROBERTO DA SILVA FARIAS Porto Velho R$ 4.744,87
CASSEMIRO MAURICIO LOPES V. da União R$ 5.193,21
CELIO RAIMUNDO NERY DO NASCIMENTO Porto Velho R$ 4.029,25
CELSO BRUNETO C. do Oeste R$ 6.695,03
CELSO FARIAS DE OLIVEIRA Cacoal R$ 4.319,69
CEZAR VIEIRA CARDOSO Vilhena R$ 5.825,68
CICERA FERNANDES DE ARAUJO SILVA Corumbiara R$ 5.060,91
CICERO AUGOSTINHO DA SILVA Porto Velho R$ 4.844,04
CINTHIA CARVALHO RAMOS Rio Crespo R$ 3.516,89
CLAUDINEI ALVES PEREIRA P. Bueno R$ 5.278,50
CLAUDINEI TASSI R. de Moura R$ 5.085,60
CLAUDIO AVILA NASCIMENTO Porto Velho R$ 4.303,71
CLAUDIO MARCELO NOBRE NEVES Porto Velho R$ 4.309,78
CLAUDNEI BRAZ GONÇALVES Ji-Paraná R$ 5.136,85
CLAUDOMIRO MELLE Cerejeiras R$ 5.085,10
CLAYTON CARLOS DA SILVA Porto Velho R$ 4.673,45
CLEIDEANE DA SILVA COSTA Porto Velho R$ 5.337,61
CLEOMAR DE OLIVEIRA MATIAS Cacoal R$ 4.250,13
CLODOALDO ALVES DA SILVA Vilhena R$ 3.840,94
CLODOALDO MENDES BORGES Esp  Oeste R$ 4.735,69
CLODUARDO PEDRO DOS SANTOS Porto Velho R$ 5.258,78
CRISTIANO BARBOSA CAMPOS P. Bueno R$ 5.339,21
CRISTIANO DE CASTRO ESCOBAR P.  Bueno R$ 5.584,49
DALVA HOLANDA N. Horizonte R$ 4.901,45
DANIEL VICENTE FERREIRA SOBRINHO R. de Moura R$ 4.964,67
DARCI FERREIRA MARTINS Vilhena R$ 6.264,47
DAVI MORAIS BARBOSA Cacoal R$ 5.208,13
DAVID ROCHA DE ALMEIDA Ariquemes R$ 5.006,52
DEARLI DE ANDRADE SOUZA R. de Moura R$ 4.795,46
DENILSO APARECIDO FERNANDES DOS SANTOS Cacoal R$ 5.141,50
DEULIÇON SOLIS ALVES C. Marques R$ 5.092,73
DIANA MARTINS DOS SANTOS Porto Velho R$ 5.567,59
DIEGO ALVES BONFIM Porto Velho R$ 4.888,94
DIEGO FERREIRA RAMOS Porto Velho R$ 5.307,05
DIONATHAN ALEXANDRE DE ARAUJO Porto Velho R$ 3.834,93
DIONE CASTRO DA SILVA Cacaulândia R$ 5.249,32
DIRCEU DA SILVA Corumbiara R$ 4.831,91
DOMINGOS SAVIO DA CRUZ REIS Porto Velho R$ 4.467,84
DONIZETE VIEIRA DE OLIVEIRA Cacoal R$ 3.536,85
DULCINEIA TEODORO DE OLIVEIRA BARBOZA Ji-Paraná R$ 4.840,68
EDAN JONATAS VIANA PINHEIRO Porto Velho R$ 3.768,89
EDGAR SANTIAGO DE LIMA Porto Velho R$ 4.828,20
EDILSON GOMES DA ROCHA Porto Velho R$ 4.609,18
EDIMAR NEVES DE MORAES Esp. Oeste R$ 4.255,28
EDINALDO FRANCISCO DA SILVA Porto Velho R$ 4.550,39
EDIVALDO MENDES DOS REIS P. Bueno R$ 4.854,69
EDIVALDO MOREIRA DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.953,67
EDIVAM OLIVEIRA DA SILVA Cerejeiras R$ 5.945,49
EDNEI SIQUEIRA E SILVA Estr. de RO R$ 3.133,99
EDSON CARDOSO DE OLIVEIRA Ji-Paraná R$ 4.983,68
EDSON MARIN INACIO Ariquemes R$ 4.064,38
EDSON PAES GOMES Jaci Paraná R$ 4.720,24
EDSON SAIBEL ULLIG Esp. Oeste R$ 4.582,09
EDUARDO GOMES FROTA Porto Velho R$ 4.637,45
EDVALDO BORGES CINTRA Ji-Paraná R$ 4.834,59
ELENA FERREIRA DE LIMA SOUZA P. Bueno R$ 4.845,12
ELIAS BARBOSA Cerejeiras R$ 5.917,81
ELIAS DE LIMA DA SILVA Cerejeiras R$ 5.148,79
ELIAS FERREIRA SARAIVA Cerejeiras R$ 5.325,21
ELIAS MANOEL CAMPELO Porto Velho R$ 3.681,85
ELIAS RODRIGUES MARQUES Esp. Oeste R$ 5.240,44
ELISANGELA MARIA APARECIDA Cabixi R$ 4.805,05
ELISON XAVIER DE CASTRO Cerejeiras R$ 4.853,42
ELIZEU APARECIDO DA SILVA R. de Moura R$ 5.004,13
EMERSON ROCHA ALMEIDA Ariquemes R$ 4.552,43
ENEIAS JACINTO DA SILVA Cabixi R$ 6.847,17
ENEIAS VIEIRA Vilhena R$ 4.868,04
ENILSON ALVES DE SOUZA S.F. GUAPORÉ R$ 7.046,95
ENILSON DOS SANTOS LIMA Porto Velho R$ 4.315,75
ENIO FERNANDES BENIGNO Porto Velho R$ 4.287,53
ENIVALDO GRANT DA SILVA Porto Velho R$ 3.233,13
EREMAR PEREIRA SALES R. de Moura R$ 4.832,34
ERICK MORAIS LIMA Porto Velho R$ 3.720,82
ERNESTO NASCIMENTO MARINHO Porto Velho R$ 4.232,95
EUCLERIO DA SILVA COELHO Cacaulândia R$ 4.551,04
EVANDRO LUIZ LAZARIN Castanheiras R$ 5.423,64
EVANDRO SENA DOS SANTOS Ariquemes R$ 7.453,30
EVERTON ANDRE EPIFANIO DE CAMPOS Rio Crespo R$ 3.735,47
EZEQUIEL MALAQUIAS DA FONSECA Riozinho R$ 4.444,39
EZIQUIEL ALEXANDRE DA SILVA R. de Moura R$ 4.803,85
FABIANO LUIZ DE SOUZA N. Londrina R$ 5.165,50
FABIO DOS SANTOS SILVA Vilhena R$ 4.545,28
Total Substituídos = 165 R$   765.024,26

Ficou ainda assegurado aos vigilantes que não concordarem com os termos do acordo ou com os valores pactuados o direito de recusar o recebimento das respectivas verbas a que tem direito, bem como o de pleitear em ação própria das verbas que considerar devidas, onde os mesmos serão excluídos da ação coletiva do Sindicato e receberão pela sua própria ação.

Fonte: SINTESV/RO.

BARRACA DOS VIGILANTES ESTA DE VOLTA.

IMG-20140724-WA0000

Nos 08 e 09 Dias de Agosto de 2014, a Barraca dos Vigilantes estará Novamente participando da Festa em Comemoração AO DIA DOS VIGILANTES, Onde na Compra sem valor Acima de R$ 10,00 Você. estará concorrendo a brindes Vários, sorteado Pela BARRACA DOS VIGILANTES .

Aguardo MEUS CLIENTES e amigos.            

Local: CLUBE DO SINDICATO dos Servidores PÚBLICOS FEDERAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA SINDSEF.   

ENDERENÇO : AV. RIO DE JANEIRO N. 5014 BAIRRO: LAGOA OBS:. AO LADO DA Delegacia do Menor INFRATOR.

Fonte: SINTESV / RO.

SINDICATO FECHA ACORDO E CONSEGUE OBRIGAR GOVERNO E EMPRESA ROCHA A PAGAREM RESCISÕES DE 1.800 VIGILANTES DEMITIDOS HÁ 9 MESES.

20140521_103046 b

O Sindicato dos Vigilantes de Rondônia (SINTEV), após a demissão em massa dos vigilantes da empresa Rocha, ajuizou ação na 6ª Vara do Trabalho da PVH, visando o bloqueio de créditos da empresa junto ao Estado de RO, referente aos vigilantes que prestavam serviços nas escolas Estaduais, que finalmente chegou a um acordo, obrigando o governo e a empresa Rocha a pagarem as verbas rescisórias de aproximadamente 1.800 vigilantesque desde Outubro de 2013 aguardavam ansiosamente o recebimento do restante de seus direitos após o enceramento do contrato de vigilância das escolas estaduais por parte do governo de Rondônia.

Em razão da ação do Sindicato que bloqueou os recursos as partes já haviam realizado um acordo parcial para pagamento das seguintes verbas: salário de outubro/2013, vale alimentação de agosto, setembro e outubro/2013, FGTS referente ao mês de setembro/2013, multa de 40% sobre o FGTS, pensões alimentícias sobre os salários de outubro/2013 e rescisões e, ressalvas de férias acrescidas de 1/3 constitucional referentes ao período aquisitivo de 2011/2012, no valor total de R$ 4.436.210,74. Neste mesmo sentido as partes acordarão pagamento de diferenças em relação às verbas acordadas anteriormente, no valor total de R$ 59.552,26.

Após a mobilização da categoria fez com que o governo reconhecer, em junho de 2014, através do OFÍCIO da SEDUC, o credito da empresa referente ao reequilíbrio/realinhamento do contrato de prestação de serviços firmado entre as partes, no valor de R$ 11.379.417,88. Onde parte do valor será utilizada para a quitação das verbas trabalhistas dos vigilantes em 10 parcelas, diretamente depositada em conta judicial vinculada a ação trabalhista ajuizada pelo Sindicato nos termos do novo acordo judicial celebrado, até o dia 22 de cada mês, cujo pagamento da primeira parcela ocorrerá até o dia 22 de julho de 2014 e a última até o dia 22 de junho de 2015, sendo que nos meses de dezembro de 2014 e janeiro de 2015 não haverão depósitos, conforme ACORDO em anexo no processo.

Desta forma, após o reconhecimento da divida que o Estado de RO possui com a ROCHA e o acordo administrativo firmado entre as mesmas, o sindicato noticiou o digníssimo Juízo de que a empresa ROCHA acordou a utilizar o crédito da mesma que será depositado em juízo pela SEDUC para quitarem as rescisões.

O  acordo feito contemplará a totalidade das verbas que faltavam a ser pagas aos vigilantes, que seriam: Verbas Rescisórias no importe de R$ 4.271.008,75; FGTS referente ao mês de outubro/2013 no valor de R$ 131.793,74; Multa do artigo 477 da CLT no quantum de R$ 1.356.041,11 e, os substituídos com benefício previdenciário no valor de R$ 200.915,46, cujo total das verbas liquidas corresponde a R$ 5.959.759,06.

O valor devido aos vigilantes será pago em grupos/lotes, condicionados aos valores depósitos judiciais efetuados pelo Estado de RO, sendo organizados em ordem alfabética direta (de A até Z) e em ordem alfabética inversa (de Z até A), ficando assegurado o pagamento preferencial aos vigilantes sindicalizados na época da rescisão contratual, uma vez que sempre contribuíram para o crescimento da entidade Sindical, que esclarece que tal posicionamento passará a ser adotado nas novas demandas judiciais.

Caso o Estado de RO deixe de efetuar os depósitos judiciais, o TRT deverá promover o seqüestro da quantia diretamente nas contas do Estado. Ficou ainda assegurado aos vigilantes que não concordarem com os termos do acordo ou com os valores pactuados o direito de recusar o recebimento das respectivas verbas a que tem direito, bem como o de pleitear em ação própria as verbas que considerar devidas.

A diretoria do Sindicato dos Vigilantes, através de seu Presidente Paulo Tico, ressaltou que este acordo na justiça das demais verbas só foi possível graças à mobilização permanente dos vigilantes demitidos, que seguindo a orientação do SINTESV e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizou numeras manifestações de protestos em todo Estado, que esta vitória se deu em razão da luta travada por toda a diretoria, com varias reuniões na Assembléia Legislativa, na Secretaria de Educação (SEDUC), na Procuradoria Geral do Estado (PGE) e na Controladoria Geral do Estado (CGE), além, é claro, das manifestações dos vigilantes que bloquearam a BR 364 e as manifestações realizadas no palácio do Governo e a na Secretaria de Educação.

Da mesma forma, agradece o empenho dos vigilantes, que não deixaram de acreditar no trabalho sério da administração do Sindicato, que sempre que solicitou o apoio da categoria foi atendida. O Presidente agradeceu ainda o apoio e empenho da CUT/RO, que através do seu presidente Itamar apoiou e traçou os passos para que juntos pudéssemos alcançar nossos objetivos, e ainda agradecer ao Dep. Euclides Maciel pelo apoio dado no programa FIQUE LIGADO que sempre abriu espaço para que o sindicato convocasse os vigilantes e prestasse esclarecimentos sobre o andamento do processo, assim como outra pessoa importante nesse processo que foi o Dep. Claudio Carvalho que desde da demissão dos vigilantes deu total apoio a categoria.

O Presidente Paulo Tico enalteceu ainda o empenho da assessoria jurídica do Sindicato que não médio esforço não só na ação judicial, mas nas diversas diligências efetuadas pelos advogados nos inúmeros órgãos públicos envolvidos na questão para que o mais rápido possível fosse solucionada a situação dos vigilantes.

Fonte: SINTESV/RO.

DIRETORIA DO SINDICATO CONFIRMA LOCAL DA FESTA DOS VIGILANTES.

A  diretoria do sindicato confirmou o local da festa em comemoração ao DIA DO VIGILANTE que será no CLUBE DO SINDSEF, localizado na Av. RIO DE JANEIRO N. 5014 B. LAGOA, nos dia 08 e 09 de Agosto de 2014. A diretoria informa que os convites serão entregues na sede do SINDICATO no horário comercial a partir do dia 15 de julho de 2014 e estarão disponíveis a todos os vigilantes filiados ou não filiados que estejam trabalhando.

Festa dos vigilantes sintesv (1)

A festa contara com a Animação da BANDA RADIANTE que no Ano Passado tocou NAS DUAS NOITES animando os Vigilantes, Os vigilantes Associados alem de participarem da festa concorrerão a vários brindes, através da numeração do Convite.

bandeira novo (2)

Fonte: SINTESV / RO.

 

 

A EMPRESA SERVI-SAN SE CONSAGROU -SE CAMPEÃO DO TORNEIO EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO VIGILANTE.

CAM00481

Um grande torneio realizado pela diretoria do sindicato no ultimo domingo, os vigilantes comemorarão o seu dia (20 de junho) no campo do Agro Terra Boa. O torneio “Dia dos Vigilantes” teve a participação de 11 times que foram as seguintes: PROSEGUR A e B, RONDA, SERVI-SAN, COLUMBIA, IMPACTUAL A e B, HR, SINTESV, PROTEGER e PROTEÇÃO MAXIMA.

PROSEGUR BRASIL

PROSEGUR BRASIL

RONDA

RONDA

COLUMBIA

COLUMBIA

IMPACTUAL A

IMPACTUAL A

IMPACTUAL B

IMPACTUAL B

SINTESV

SINTESV

PROTEGER

PROTEGER

PROTEÇÃO MAXIMA

PROTEÇÃO MÁXIMA

 

CAMPO DO AGRO TERRA BOA.

CAMPO DO AGRO TERRA BOA.

CAM00497

A equipe da SERVI-SAN foi quem se sagrou Campeão e levou a premiação de R$ 1.000,00 a Vice-Campeão foi a equipe da B da empresa IMPACTUAL levou a premiação de R$ 500.00 e a empresa PROTEGER ficou como a 3º colocação e embolsou a premiação de R$ 250,00.

SERVI-SAN CAMPEÃO DO TORNEIO.

SERVI-SAN CAMPEÃO DO TORNEIO.

 

Os jogos foram duros com disputa de pênaltis entre os times, e no jogo entre a SERVI-SAN contra a IMPACTUAL B o jogo terminou no tempo normal em 2×2 e o torneio foi decidido nas cobranças de penalidades. Onde a SERVI-SAN consagrou-se campeão.

Veja o resultado das partidas

1ª FASE

1º jogo – PROSEGUR A 2 X 0 RONDA

2º jogo – SERVI-SAN 4 X 0 HR

3º jogo – COLUMBIA 4 X 1 IMPACTUAL A

4º jogo – SINTESV 2 X 4 PROTEGER

5º jogo – IMPACTUAL 0 X 0 PROSEGUR B -

2ª FASE

6º jogo – PROSEGUR 1 X 1 SERVI-SAN

Disputa de pênaltis (0) x (1)

7º jogo – COLUMBIA 3 X 3 PROTEGER

Disputa de pênaltis (0) x (1)

3ª FASE

8º jogo – SERVI-SAN 2 X 1 PROTEGER

FINAL

9º jogo – IMPACTUAL B 2 X 2 SERVI-SAN

Disputa de pênaltis (4) x (5)

A diretoria parabenizar os vigilantes que participaram do torneio e convida a todos para participarem da pelada dos vigilantes que será realizada todos os sábados no Campo do Agro Terra Boa a partir das 9 horas ate as 11 horas, maiores informação na sede do sindicato.

Fonte: SINTESV/RO.

SINDICATO REALIZARA TORNEIO EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO VIGILANTE.

O Torneio em comemoração ao Dia do Vigilante será realizado no dia 29 de junho de 2014 no Campo do Mercado Agro Terra Boa, a partir das 8 horas. O campo ficar localizado no final da avenida Vieira Caula sentido avenida 07 de Setembro.CAM00441

As inscrições já estão abertas e serão gratuitas, cada empresa poderá inscreve no máximo duas equipe e somente poderá jogar  o torneio os vigilantes que comprovarem esta vinculado as empresas de vigilância. No dia 27 de junho de 2014 a organização do Torneio realizara um congresso na sede do sindicato as 17 horas onde as empresas interessadas deverão confirma suas inscrições.

CAM00442

A premiação do Torneio em comemoração  ao DIA DO VIGILANTE será a seguinte:

1º. Colocado R$ 1.000,00

2º. Colocado R$ 500,00

3º. Colocado R$ 250,00

CAM00444

A Diretoria do Sindicato através do Secretario de Esporte Sr. José Ferreira aguarda as inscrições das equipes e qualquer informação ou duvidas entrarem em contato através do telefone 9324-4661 falar com o Ferreira ou com os demais diretores.

Fonte: SINTESV/RO.

 

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: