SINDICATO ENCAMINHA 2º LOTE DE PAGAMENTO DOS EX-VIGILANTES DA ROCHA

Conforme acordo judicial SEDUC deposita valores e Sindicato encaminha 2º Lote de Pagamento dos Ex-Vigilantes da empresa Rocha., sendo organizados em ordem alfabética inversa (de Z até A), ficando assegurado o pagamento preferencial aos vigilantes sindicalizados na época da rescisão contratual, uma vez que sempre contribuíram para o crescimento da entidade Sindical, onde tal posicionamento passará a ser adotado nas novas demandas judiciais.

Da mesma forma, serão feitas os demais Lotes, a assessoria jurídica do Sindicato não medira esforços mês a mês para que os demais Lotes sejam depositados para que o mais rápido possível seja solucionada a situação dos vigilantes.

RELAÇÃO DO 2º LOTE DOS EX-VIGILANTES DA EMPRESA ROCHA

Nome do Funcionário

Cidade

LUZINETE MARCOLINO VITAL SILVA

Pimenta Bueno

MADI LOPES SILVA

Porto Velho

MAICON ANACLETO DE SOUZA

Cerejeiras

MAICON ARNILDO SCHIRMER

São F. do Guaporé

MANOEL HELIO LIMA DA SILVA

Porto Velho

MARCELA SILVA DE SOUSA

Porto Velho

MARCELO DOS SANTOS QUASNE

Cabixi

MARCELO FERREIRA DA SILVA

Nova Londrina

MARCELO NEVES CARPANINI

Pimenta  Bueno

MARCELO SILVA ALMEIDA

Cerejeiras

MARCIA CONCEIÇÃO DOS SANTOS PINHEIRO

Porto Velho

MARCIA PAEMA DA SILVA

Porto Velho

MARCILENE TEREZINHA SOARES DE OLIVEIRA

Cujubim

MARCIO AURELIO FERREIRA

Cacoal

MARCIO FREITAS FRANÇA

Porto Velho

MARCIO GOMES DE MOURA

Santa Luzia

MARCIO JOSE MALHEIROS

Ji-paraná

MARCIO ROBERTO ELLWANGER

Vilhena

MARCOS BORGES DE JESUS

Cerejeiras

MARCOS CARVALHO MARTINS

Cacoal

MARCOS DE ANDRADE MARTINS

Cabixi

MARCOS GALDINO DE FRANÇA

Cacoal

MARCOS MARQUIOLI DA SILVA

Rolim de Moura

MARCOS ROBERTO DOS SANTOS

Porto Velho

MARCOS ROBERTO MARQUINIS

Colorado do Oeste

MARCOS RODRIGUES DA SILVA

Ji-Paraná

MARCOS SILVA LINO

Colorado do Oeste

MARCOS SOARES BATISTA

Ji-Paraná

MARIA CLARA CARDOSO DA COSTA

Porto Velho

MARIA VILMA PEREIRA DA SILVA FEITOSA

Porto Velho

MARIO JORGE ALVES SOUZA

Porto Velho

MARIO MARTINS VIEGAS

Porto Velho

MARIO ROBERTO BELFORT MACIEL

Porto Velho

MARLUS BROZEGUINI

Alto Paraíso

MAURICIO BARBOSA DA SILVA

Espigão do Oeste

MAURICIO FRANCISCO DE MATOS

Colorado

MAURICIO MARCOS DE ALMEIDA

Ji-Paraná

MAURILIO DE JESUS PEREIRA

Rolim de Moura

MAURO DA COSTA SILVA

Porto Velho

MESSIAS CUSTÓDIO DA COSTA

Porto Velho

MILTON GOMES MACHADO

Ji-Paraná

MOISES BARBOSA DE SOUZA

Rolim de Moura

MOISES PEREIRA ROCHA

Vilhena

MOISES SOUZA ROCHA

Ariquemes

NECY RODRIGUES DOS SANTOS

Porto Velho

NEDISVAL DE SOUZA FREITAS

São Francisco do Guaporé

NELIO JOSE ROSA

Ji-Paraná

NELSON DIAS DE SOUZA

Ji-Paraná

NILSANDRO GUIMARÃES DE AZEVEDO

Porto Velho

OACIR DA SILVA AZEVEDO

Costa Marques

ODAIR JOSE GOMES

Vilhena

ODAIR TENORIO CABRAL

Rolim de Moura

ODINEY GONÇALVES DE FIGUEIREDO

Porto Velho

OILISNEI VIEIRA ALVES

Porto Velho

OSEIAS GOMES DE MENEZES

Porto Velho

OZIEL ROSA SILVA

Corumbiara

OZIEL XAVIER DE CASTRO

Pimenteiras

PATRICIA DE NAZARE FERREIRA

Porto Velho

PATRICIA FARAGE DA SILVA

Ji-Paraná

PAULO ALEXANDRO MARQUES BARRETO

Vista Alegre

PAULO AQUEMIN DA SILVA

Ariquemes

PAULO DANIEL RODRIGUES

Cerejeiras

PAULO GEOVANI MARTINS DE OLIVEIRA

Santa Luzia

PAULO RABASCO

Vilhena

PAULO ROBERTO DOS SANTOS SOUSA

Pimenta Bueno

PAULO SERGIO CAVASSANI

Cerejeiras

PEDRO DE SOUZA

Porto Velho

PRESENTINO VIEIRA RODRIGUES

Riozinho

RAFAEL ABRANTES PORTO

Pimenta Bueno

RAIMUNDO MORAIS DOS SANTOS

Porto Velho

RAIMUNDO NONATO BANDEIRA

Porto Velho

RAIMUNDO NONATO SANTOS

Porto Velho

RAIMUNDO NONATO SANTOS DAS NEVES

Porto Velho

RAIMUNDO PIMENTA CORREA

Porto Velho

RALLISON MALALA RODRIGUES

Costa Marques

RAYMUNDO PEREIRA DE SOUSA

Porto Velho

REGINALDO ALVES DE MELO

Porto Velho

REINALDO FRITSCHE

Cacoal

RENATA SIQUEIRA DA SILVA

Vilhena

RENATO MIAN VIOTO

Itapuã do Oeste

RICARDO OLIVEIRA MENDES FLOR

Cacoal

RIGOBERTO PARDO

Porto Velho

RILDO ALVES DO NASCIMENTO

Porto Velho

ROBERVAL NUNES BATISTA

Porto Velho

ROBSON GENESES GARCIA

Ariquemes

ROBSON NUNES DOS SANTOS

Ji-Paraná

RODINALDO ROQUE SOARES

Alto Paraíso

RODRIGO MOURA HENRIQUE

Porto Velho

ROMILDO ANTONIO DA GRAÇA

Cerejeiras

ROMILDO BERNARDES DUTRA

Buritis

RONALDO ROSA DA SILVA

Porto Velho

RONALDO ROSA DE MIRANDA

Ji-Paraná

RONDINER MAXIMIANO BISPO

Rolim de Moura

RONIS DOS SANTOS SILVA

Cacoal

RONISSON MORAES PEIXOTO

Porto Velho

RONIVALDO RODRIGUES DA COSTA

Rolim de Moura

ROSEMEYRE DE SOUSA CARLOS

Porto Velho

ROSENILDO DE JESUS NASCIMENTO

Porto Velho

ROSILDO APARECIDO ALEXANDRE

Rolim de Moura

ROSILENE DOS PASSOS SILVA

Chupinguaia

ROSINALDO DE OLIVEIRA FRANÇA

Porto Velho

ROSIVAL MENDES DE SOUZA

Porto Velho

ROSIVALDO RUFINO DE JESUS

Rolim de Moura

ROZANGELA ALVES NEIVA QUEIROZ

Vilhena

RUBSON DA SILVA RUDRIGUES

Porto Velho

RUI RODRIGUES BEZERRA

São Miguel do Guaporé

RUTHE SILVA DA MOTA

Porto Velho

SABINIANO RIBEIRO FILHO

Costa Marques

SAMIR DE SOUZA CASTRO

Porto Velho

SAMIRA LUCIA DA SILVA DIAS

Cacoal

SANDRO MAGALHÃES DE FREITAS

Porto Velho

SEBASTIANA EVARISTO DE OLIVEIRA

Porto Velho

SEBASTIAO ALMEIDA DE PAULA

São Francisco do Guaporé

SEBASTIÃO DA SILVA RAMALHO

Porto Velho

SEBASTIÃO FERNANDES DE OLIVEIRA

Porto Velho

SEBASTIÃO LIMA DE AGUIAR

Cacoal

SEBASTIÃO MATIAS DE SOUZA

Porto Velho

SEBASTIÃO NEOMAR PEREIRA IZEL

Porto Velho

SELMA ALVES DE SOUZA

Corumbiara

SERGIO COELHO DOS SANTOS

Colorado do Oeste

SERGIO DE JESUS SANTOS

Cacoal

SERGIO ROSA PENHA

Costa Marques

SIDNEI ALVES DA SILVA

Estrela do Oeste

SIDNEI CLEITON PEREIRA

Porto Velho

SIDNEI JOSE MALAQUIAS

Santa Luzia

SIDNEY DE PAULA DA SILVA

Estrela do Oeste

SILVANDINO ALVES DE ALMEIDA

Campo Novo

SONIA REGINA DE OLIVEIRA SILVA

Corumbiara

TANIA RAYANA DOS SANTOS PEREIRA

Vilhena

TIAGO GALDINO DA SILVA

Porto Velho

TOBIAS POSSEBOM

São Francisco do Guaporé

VAGNER MORENO VECCHIA

Colorado do Oeste

VALDEIR VICENTE PEREIRA

Buritis

VALDINE ALMEIDA SANTANA

Ji-Paraná

VALDIREIS TRAJANO BRITO

Porto Velho

VALMECIR MENEGUELLI

Espigão do Oeste

VALMEI CARDOSO

Cacoal

VALNIR BORGES DO NASCIMENTO

Presidente Medici

VALTEIR ALVES ALAGOANO

Rolim de Moura

VALTER JUNIOR GONÇALVES CAITANO

Porto Velho

VALTESIR FONSECA SUTIL

Rolim de Moura

VANDERLEI BELMIRO SOBRINHO

Ji-Paraná

VANDERLEI PEREIRA DA SILVA

Cacoal

VERSULINO PEREIRA DOS SANTOS

Rolim de Moura

VICENTE AROUCHE LEITE

Ji-Paraná

VILMAR LOPES DE OLIVEIRA

Costa Marques

VILSON FERREIRA DA SILVA

Ji-Paraná

WAGNER GOMES REIS

Ariquemes

WANDERLEI PEREIRA FILHO

Porto Velho

WANDERLEY AGUIAR COSTA

Costa Marques

WANDERLEY BRITO RIBEIRO

São F. do Guaporé

WANDERLEY FERREIRA DA SILVA

Estrela de Rondônia

WASHINGTON GARCIA ROSA

Colorado do Oeste

WERBERT FERNANDO MEDEIROS FELINI

Vilhena

WILLIAN DALBEM DOS SANTOS

Vilhena

WILMAR STEFANINI DA SILVA

São M. do Guaporé

ZACARIAS ONOFRE BEZERRA FILHO

Porto Velho

ZAQUEL JOSE BOREL

Cerejeiras

ZEQUIAS GOMES DE MOURA

Rolim de Moura

Ficou ainda assegurado aos vigilantes que não concordarem com os termos do acordo ou com os valores pactuados o direito de recusar o recebimento das respectivas verbas a que tem direito, bem como o de pleitear em ação própria das verbas que considerar devidas, onde os mesmos serão excluídos da ação coletiva do Sindicato e receberão pela sua própria ação.

Fonte: SINTESV/RO.

JUIZ SENTENCIA PROCESSO DO SINDICATO CONTRA ROMA E UNIR/RO.

Diante do processo do Sindicato Juiz do Trabalho Substituto Dr. Carlos Antônio Chagas Júnior, julgo PROCEDENTES os pedidos formulados na petição inicial pela parte do SINTESV/RO, para condenar as partes reclamadas, ROMA SEGURANÇA LTDA, e SUBSIDIARIAMENTE, FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA – UNIR nos limites da fundamentação que passam a integrar este dispositivo, devendo pagar: Salário em atraso e vale alimentação do mês de março de 2014, Salário em atraso e vale alimentação do mês de abril de 2014, Salário em atraso do e vale alimentação mês de maio de 2014, Aviso prévio de 33 dias, Décimo terceiro salário de 2014 proporcional 5/12, Férias integrais e proporcionais acrescidas de 1/3 constitucional, Depósitos de FGTS faltantes, Multa de 40% sobre o FGTS, Multa do art. 477 da CLT.

Condena-se ainda na obrigação de fazer: anotação na CTPS da primeira reclamada para fazer constar como data da baixa em 12/06/2014, no prazo de 48 horas da prolação da presente decisão, independentemente de notificação. Ultrapassado o referido prazo, deverá a Secretaria desta Vara proceder à anotação, com fundamento no artigo 39, parágrafo primeiro, da CLT, determinando-se a expedição de ofício à Delegacia Regional do Trabalho, para a adoção das medidas necessárias.

Presentes os requisitos da verossimilhança da alegação e do perigo na demora, já em sede de jurisdição exauri ente, concedo a antecipação de tutela, e determino a expedição de alvará determinando-se a habilitação dos substituídos que requerem para receber o seguro-desemprego, bem como para levantar o FGTS depositado. Ressalta-se que a presente sentença tem força de alvará para o respectivo levantamento do FGTS, desde que instruída com cópia autenticada da relação dos substituídos aqui representados, constando a indicação do beneficiário. 

Concede-se à parte reclamante o benefício da justiça gratuita.

Juros e correção na forma da lei, sendo esses de 1% ao mês a partir propositura da presente reclamação e a correção a partir do mês seguinte ao da prestação de serviços. Determino a expedição de ofício ao Ministério Público, ao Tribunal de Contas da União, afim de noticiar as irregularidade ora definidas.

Natureza das verbas concedidas nesta decisão na forma do art. 28 da Lei nº 8.212/91, devendo ser descontada da parte obreira a sua cota, contudo os recolhimentos deverão ser efetuados pela parte empregadora, nos termos do art. 33, § 5º da mesma Lei, tudo na forma da súmula 368 do TST.

A 1ª reclamada deverá comprovar, no prazo de trinta dias do trânsito em julgado da decisão e da apuração respectiva, o regular recolhimento das contribuições previdenciárias decorrentes da presente decisão, com exibição da respectiva GFIP, na forma prevista pela Lei n° 9.528/1997, regulamentada pelo Decreto n.º 2.803/1998. A responsabilidade subsidiária da 2ª reclamada abarcará o valor das contribuições previdenciárias eventualmente descumpridas, respeitando-se a subsidiariedade.

 Diante da sentença o sindicato solicitar aos ex-vigilantes da Roma que prestaram serviço na Unir que os mesmos entrem em contato para informa o numero do PIS, através do email: (marinorfilho@gmail.com) para que seja expedido de alvará para a habilitação dos vigilantes para receber o seguro-desemprego, bem como para levantar o FGTS depositado.

Os demais pedidos de Salário em atraso e vale alimentação do mês de março de 2014, Salário em atraso e vale alimentação do mês de abril de 2014, Salário em atraso do e vale alimentação mês de maio de 2014, Aviso prévio de 33 dias, Décimo terceiro salário de 2014 proporcional 5/12, Férias integrais e proporcionais acrescidas de 1/3 constitucional, Depósitos de FGTS faltantes, Multa de 40% sobre o FGTS, Multa do art. 477 da CLT. Terão que se aguardar o prazo de recurso por parte da A 1ª reclamada e 2ª reclamada, caso o recurso não seja citado os salários atrasados a assessoria jurídica do sindicato solicitara a imediata liberação.

A diretoria informa ainda que será encaminhado aos ex-vigilantes um formulários para preenchimento individual referente Aviso prévio de 33 dias, Décimo terceiro salário de 2014 proporcional 5/12, Férias integrais e proporcionais acrescidas de 1/3 constitucional, Depósitos de FGTS faltantes, Multa de 40% sobre o FGTS, Multa do art. 477 da CLT e Reciclagem vencidas para que sejam encaminhada ao juízo.

Fonte: TRT14/RO e SINTESV/RO.  

 

APOS NOVO PROCESSO DO SINDICATO CONTRA A RONDA E DETRAN/RO JUSTIÇA DEPOSITA RETROATIVO DO RISCO DE VIDA DOS VIGILANTES.

Foto_Prog_309

Apos novo processo do Sindicato DETRAN/RO a presenta proposta de pagamento do realinhamento do contrato e juiz do Lafite Mariano deposita todo o retroativa do Risco de Vida dos vigilantes que prestam serviço ao Detran/RO. A diretoria enaltecer o trabalho do juiz que não aceitou o recurso a presentado pelo Detran que findou reconhecendo o realinhamento que possibilitou o pagamento aos vigilantes, valores esse depositado hoje nas contas dos vigilantes, que a mais de um ano não goza vão do beneficio adquerido em convenção coletiva de trabalho de 2013/2014 e regulamenta por lei.

DSC_3757

O presidente Paulo Tico agradecer o apoio dos vigilantes da Ronda do DETRAN que nunca deixarão de acreditar no trabalho dessa diretoria que sempre acreditou que solucionaria mais esse problema e nunca vai deixar luta pelo entenrecer da categoria.  MAIS UMA VITORIA.

Fonte: SINTESV/RO.

JUIZ VAI SENTENCIAR AÇÃO TRABAL ISTA DO SINDICATO CONTRA ROMA E BANCO BASA.

Em audiência no dia 30 de julho de 2014, na 4ª VARA DO TRABALHO DE PORTO VELHO/RO, sob a direção do Exmo. Juiz do Trabalho MAXIMILIANO PEREIRA DE CARVALHO, com a presença do autor, através de seu representante sindical, Sr. Valdemar Cosme de Carvalho, acompanhado do advogado Dr. FABRICIO DOS SANTOS FERNANDES, OAB nº 1940/RO. E o representante da empresa ROMA do seu preposto, Sr. Hélio Sousa Lima, acompanhado do seu advogado Dr. ALAN KARDEC DOS SANTOS LIMA, OAB nº 333/RO. E Presença da segundo réu, BANCO BASA através de seu preposto, Sr. JOSÉ JANDILSON FILGUEIRAS BESERRA, acompanhado do advogado Dr. MARCELO LONGO DE OLIVEIRA, OAB nº 1096/RO.

A proposta de conciliatória foi rejeitada, e o juízo concedeu prazo de 10 dias para que o advogado da Roma junte prova do ajuizamento de ação trabalhista por cada um dos substituídos (vigilantes) desta ação, caso confirma-se as ações individuais o processo do sindicato perde o objeto e o sindicato representara apenas os trabalhadores que não ajuizaram ação individual.

Após esse prazo o juiz vai sentenciar a processo movido pelo sindicato.

Fonte: SINTESV/RO.

APOS DEPOSITO JUDICIAL DA SEDUC SINDICATO ENCAMINHA PARA JUSTIÇA 1º LOTE DE PAGAMENTO DOS EX-VIGILANTES DA ROCHA.

Conforme acordo judicial SEDUC deposita valores e Sindicato encaminha 1º Lote de Pagamento dos Ex-Vigilantes da empresa Rocha., aos vigilantes será pago em grupos/lotes, condicionados aos valores depósitos judiciais efetuados pelo Estado de RO, sendo organizados em ordem alfabética direta (de A até Z) e em ordem alfabética inversa (de Z até A), ficando assegurado o pagamento preferencial aos vigilantes sindicalizados na época da rescisão contratual, uma vez que sempre contribuíram para o crescimento da entidade Sindical, onde tal posicionamento passará a ser adotado nas novas demandas judiciais.

Da mesma forma, serão feitas os demais Lotes, a assessoria jurídica do Sindicato não medira esforços mês a mês para que os demais Lotes sejam depositados para que o mais rápido possível seja solucionada a situação dos vigilantes.

RELAÇÃO DO 1º LOTE DOS EX-VIGILANTES DA EMPRESA ROCHA

 

Nome Cidade Total
ABIMAEL LIMA DE SOUZA Ji-Paraná R$ 4.842,20
ABRAÃO SOUZA LOPES Porto Velho R$ 4.260,79
ADALBERTO OLIVEIRA DIAS Porto Velho R$ 5.381,64
ADÃO DA SILVA SANTOS Ji-Paraná R$ 4.012,40
ADÃO NASCIMENTO Ji-Paraná R$ 3.675,51
ADELICIO CLAUDIO NUNES DOS SANTOS Ariquemes R$ 4.154,01
ADENILSON KELLER DE CASTILHO Cabixi R$ 5.413,37
ADENIR PEREIRA DOS SANTOS Ji-Paraná R$ 4.617,96
ADEON LOPES DE SOUZA R. de Moura R$ 5.002,35
ADILSON DIAS DA SILVA Cacoal R$ 5.413,67
ADIVALDO GUIMARAES DE MORAES Porto Velho R$ 3.739,85
ADNILSON FERREIRA BARBOZA Porto Velho R$ 4.481,56
ADNILSON OLIVEIRA Porto Velho R$ 3.292,81
ADRIANA RODRIGUES DA SILVA Porto Velho R$ 3.517,73
ADRIANO DA SILVA LEITE N. Horizonte R$ 5.041,86
ADRIANO MENDONCA DE SOUSA Buritis R$ 5.075,36
AIRTON GALDINO PEREIRA AMUTARES Porto Velho R$ 4.409,25
ALAN DA SILVA CARNEIRO Porto Velho R$ 4.208,46
ALANA SANTOS MONEGATE Alto Paraíso R$ 4.787,51
ALCINEI MARQUES DE MACEDO Porto Velho R$ 5.776,82
ALESSANDRA PAIVA Ji-Paraná R$ 4.924,59
ALEX BARBOSA DE OLIVEIRA Porto Velho R$ 5.578,78
ALEX LOURENÇO DE OLIVEIRA Cerejeiras R$ 5.110,70
ALEXANDRO BARBOSA MEIRELES P. Bueno R$ 5.147,55
ALEXIS SOUZA COSTA Cerejeiras R$ 4.798,00
ALEXSANDRO BARBOSA RODRIGUES Riozinho R$ 4.819,06
ALEXSANDRO DE OLIVEIRA ANDRADE Porto Velho R$ 4.445,31
ALEXSON PINTO SILVA Porto Velho R$ 5.014,70
ALEXSSANDRE APARECIDO FERREIRA Cacoal R$ 5.169,41
ALTEMIR JOSE SBARDELOTO R. de Moura R$ 4.631,54
ALTENIZIA MIRANDA SOARES DE SOUZA C. do Oeste R$ 4.691,43
ALTEVIR VALE DA COSTA Porto Velho R$ 4.554,39
ALUISIO NUNES NOGUEIRA Porto Velho R$ 4.562,36
AMALVO ANILSON DOS SANTOS Cacoal R$ 5.842,66
AMARILDO DA SILVA SOUZA Porto Velho R$ 4.301,41
AMARINHO FIGUEIRA DOS SANTOS R. de Moura R$ 4.180,89
AMILTON RODRIGUES Rio Crespo R$ 5.017,32
ANANIAS LEPAUS CURITIBA S.F. GUAPORÉ R$ 5.308,47
ANDERSON BRITO MARQUES Porto Velho R$ 6.032,51
ANDERSON DOS SANTOS BRIZANTE P. Bueno R$ 4.480,10
ANDERSON INACIO DA SILVA Cacoal R$ 5.155,43
ANDERSON RAIMUNDO DA FONSECA Ji-Paraná R$ 4.088,04
ANDERSON RODRIGUES MACEDO CRUZ Porto Velho R$ 5.400,06
ANDRE ESCOBAR CORDEIRO P. Bueno R$ 4.518,22
ANDRE VIEIRA FRANÇA Porto Velho R$ 5.452,33
ANDREIA SANTOS VIEIRA Vilhena R$ 4.783,92
ANGELICA SUZANE CAMPOS FERREIRA Vilhena R$ 4.357,27
ANGEVALDO MIGUEL DE LIMA Porto Velho R$ 4.067,03
ANTONIO CARLOS FELIPE SOARES Porto Velho R$ 4.518,94
ANTONIO DA SILVA OLIVEIRA C. Marques R$ 4.093,98
ANTONIO DE MORAES Ariquemes R$ 4.911,31
ANTONIO DOS SANTOS Ji-Paraná R$ 4.843,98
ANTONIO DOS SANTOS PRADO Corumbiara R$ 5.333,00
ANTONIO FELIX DA SILVA Porto Velho R$ 4.292,15
ANTONIO FERREIRA DA SILVA Triunfo R$ 4.697,86
ANTONIO FERREIRA DE CASTILHO Cabixi R$ 4.873,96
ANTONIO FRANCISCO ALVES DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.269,21
ANTONIO FRANCISCO DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.632,54
ANTONIO MARCOS PRADO BARBOSA Vilhena R$ 4.426,09
ANTONIO MORAES DAS NEVES Ji-Paraná R$ 4.874,87
ANTONIO NEURI FERREIRA DE SOUZA Ji-Paraná R$ 4.542,91
ANTONIO RUFINO DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.614,69
ARCLEIDSON DE SOUZA MOLINO Porto Velho R$ 2.840,73
ARIMAR CUELLAR DA SILVA Porto Velho R$ 4.963,76
ARIOSVALDO GUSMÃO DE CARVALHO Porto Velho R$ 4.318,73
ARIVALDO JOSÉ DA SILVA Cacoal R$ 5.479,79
ARLEN JACSON SANTOS MURURÉ Porto Velho R$ 5.298,84
ARMANDO PINHEIRO DA CUNHA Porto Velho R$ 4.624,04
AROLDO BARBOSA DA SILVA Porto Velho R$ 4.527,09
AURIMAR PIRES DO NASCIMENTO Porto Velho R$ 4.258,17
BALDOINO RAASCH S.F. GUAPORÉ R$ 4.847,68
BEATRIZ COLLA DA SILVA Est.  Oeste R$ 4.911,64
BRAZ PEREIRA LOPES Porto Velho R$ 6.128,95
BRUNO EDUARDO MENDES RIBEIRO Porto Velho R$ 5.133,28
CANDIDO DE MORAES NETO C. Marques R$ 4.417,37
CARLOS ALBERTO LOPES DA SILVA C. Marques R$ 4.833,65
CARLOS CLARA DE MIRANDA Cacoal R$ 4.525,67
CARLOS MARCOS SILVA LIMA Porto Velho R$ 3.497,73
CARLOS ROBERTO DA SILVA FARIAS Porto Velho R$ 4.744,87
CASSEMIRO MAURICIO LOPES V. da União R$ 5.193,21
CELIO RAIMUNDO NERY DO NASCIMENTO Porto Velho R$ 4.029,25
CELSO BRUNETO C. do Oeste R$ 6.695,03
CELSO FARIAS DE OLIVEIRA Cacoal R$ 4.319,69
CEZAR VIEIRA CARDOSO Vilhena R$ 5.825,68
CICERA FERNANDES DE ARAUJO SILVA Corumbiara R$ 5.060,91
CICERO AUGOSTINHO DA SILVA Porto Velho R$ 4.844,04
CINTHIA CARVALHO RAMOS Rio Crespo R$ 3.516,89
CLAUDINEI ALVES PEREIRA P. Bueno R$ 5.278,50
CLAUDINEI TASSI R. de Moura R$ 5.085,60
CLAUDIO AVILA NASCIMENTO Porto Velho R$ 4.303,71
CLAUDIO MARCELO NOBRE NEVES Porto Velho R$ 4.309,78
CLAUDNEI BRAZ GONÇALVES Ji-Paraná R$ 5.136,85
CLAUDOMIRO MELLE Cerejeiras R$ 5.085,10
CLAYTON CARLOS DA SILVA Porto Velho R$ 4.673,45
CLEIDEANE DA SILVA COSTA Porto Velho R$ 5.337,61
CLEOMAR DE OLIVEIRA MATIAS Cacoal R$ 4.250,13
CLODOALDO ALVES DA SILVA Vilhena R$ 3.840,94
CLODOALDO MENDES BORGES Esp  Oeste R$ 4.735,69
CLODUARDO PEDRO DOS SANTOS Porto Velho R$ 5.258,78
CRISTIANO BARBOSA CAMPOS P. Bueno R$ 5.339,21
CRISTIANO DE CASTRO ESCOBAR P.  Bueno R$ 5.584,49
DALVA HOLANDA N. Horizonte R$ 4.901,45
DANIEL VICENTE FERREIRA SOBRINHO R. de Moura R$ 4.964,67
DARCI FERREIRA MARTINS Vilhena R$ 6.264,47
DAVI MORAIS BARBOSA Cacoal R$ 5.208,13
DAVID ROCHA DE ALMEIDA Ariquemes R$ 5.006,52
DEARLI DE ANDRADE SOUZA R. de Moura R$ 4.795,46
DENILSO APARECIDO FERNANDES DOS SANTOS Cacoal R$ 5.141,50
DEULIÇON SOLIS ALVES C. Marques R$ 5.092,73
DIANA MARTINS DOS SANTOS Porto Velho R$ 5.567,59
DIEGO ALVES BONFIM Porto Velho R$ 4.888,94
DIEGO FERREIRA RAMOS Porto Velho R$ 5.307,05
DIONATHAN ALEXANDRE DE ARAUJO Porto Velho R$ 3.834,93
DIONE CASTRO DA SILVA Cacaulândia R$ 5.249,32
DIRCEU DA SILVA Corumbiara R$ 4.831,91
DOMINGOS SAVIO DA CRUZ REIS Porto Velho R$ 4.467,84
DONIZETE VIEIRA DE OLIVEIRA Cacoal R$ 3.536,85
DULCINEIA TEODORO DE OLIVEIRA BARBOZA Ji-Paraná R$ 4.840,68
EDAN JONATAS VIANA PINHEIRO Porto Velho R$ 3.768,89
EDGAR SANTIAGO DE LIMA Porto Velho R$ 4.828,20
EDILSON GOMES DA ROCHA Porto Velho R$ 4.609,18
EDIMAR NEVES DE MORAES Esp. Oeste R$ 4.255,28
EDINALDO FRANCISCO DA SILVA Porto Velho R$ 4.550,39
EDIVALDO MENDES DOS REIS P. Bueno R$ 4.854,69
EDIVALDO MOREIRA DOS SANTOS Porto Velho R$ 4.953,67
EDIVAM OLIVEIRA DA SILVA Cerejeiras R$ 5.945,49
EDNEI SIQUEIRA E SILVA Estr. de RO R$ 3.133,99
EDSON CARDOSO DE OLIVEIRA Ji-Paraná R$ 4.983,68
EDSON MARIN INACIO Ariquemes R$ 4.064,38
EDSON PAES GOMES Jaci Paraná R$ 4.720,24
EDSON SAIBEL ULLIG Esp. Oeste R$ 4.582,09
EDUARDO GOMES FROTA Porto Velho R$ 4.637,45
EDVALDO BORGES CINTRA Ji-Paraná R$ 4.834,59
ELENA FERREIRA DE LIMA SOUZA P. Bueno R$ 4.845,12
ELIAS BARBOSA Cerejeiras R$ 5.917,81
ELIAS DE LIMA DA SILVA Cerejeiras R$ 5.148,79
ELIAS FERREIRA SARAIVA Cerejeiras R$ 5.325,21
ELIAS MANOEL CAMPELO Porto Velho R$ 3.681,85
ELIAS RODRIGUES MARQUES Esp. Oeste R$ 5.240,44
ELISANGELA MARIA APARECIDA Cabixi R$ 4.805,05
ELISON XAVIER DE CASTRO Cerejeiras R$ 4.853,42
ELIZEU APARECIDO DA SILVA R. de Moura R$ 5.004,13
EMERSON ROCHA ALMEIDA Ariquemes R$ 4.552,43
ENEIAS JACINTO DA SILVA Cabixi R$ 6.847,17
ENEIAS VIEIRA Vilhena R$ 4.868,04
ENILSON ALVES DE SOUZA S.F. GUAPORÉ R$ 7.046,95
ENILSON DOS SANTOS LIMA Porto Velho R$ 4.315,75
ENIO FERNANDES BENIGNO Porto Velho R$ 4.287,53
ENIVALDO GRANT DA SILVA Porto Velho R$ 3.233,13
EREMAR PEREIRA SALES R. de Moura R$ 4.832,34
ERICK MORAIS LIMA Porto Velho R$ 3.720,82
ERNESTO NASCIMENTO MARINHO Porto Velho R$ 4.232,95
EUCLERIO DA SILVA COELHO Cacaulândia R$ 4.551,04
EVANDRO LUIZ LAZARIN Castanheiras R$ 5.423,64
EVANDRO SENA DOS SANTOS Ariquemes R$ 7.453,30
EVERTON ANDRE EPIFANIO DE CAMPOS Rio Crespo R$ 3.735,47
EZEQUIEL MALAQUIAS DA FONSECA Riozinho R$ 4.444,39
EZIQUIEL ALEXANDRE DA SILVA R. de Moura R$ 4.803,85
FABIANO LUIZ DE SOUZA N. Londrina R$ 5.165,50
FABIO DOS SANTOS SILVA Vilhena R$ 4.545,28
Total Substituídos = 165 R$   765.024,26

Ficou ainda assegurado aos vigilantes que não concordarem com os termos do acordo ou com os valores pactuados o direito de recusar o recebimento das respectivas verbas a que tem direito, bem como o de pleitear em ação própria das verbas que considerar devidas, onde os mesmos serão excluídos da ação coletiva do Sindicato e receberão pela sua própria ação.

Fonte: SINTESV/RO.

BARRACA DOS VIGILANTES ESTA DE VOLTA.

IMG-20140724-WA0000

Nos 08 e 09 Dias de Agosto de 2014, a Barraca dos Vigilantes estará Novamente participando da Festa em Comemoração AO DIA DOS VIGILANTES, Onde na Compra sem valor Acima de R$ 10,00 Você. estará concorrendo a brindes Vários, sorteado Pela BARRACA DOS VIGILANTES .

Aguardo MEUS CLIENTES e amigos.            

Local: CLUBE DO SINDICATO dos Servidores PÚBLICOS FEDERAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA SINDSEF.   

ENDERENÇO : AV. RIO DE JANEIRO N. 5014 BAIRRO: LAGOA OBS:. AO LADO DA Delegacia do Menor INFRATOR.

Fonte: SINTESV / RO.

SINDICATO FECHA ACORDO E CONSEGUE OBRIGAR GOVERNO E EMPRESA ROCHA A PAGAREM RESCISÕES DE 1.800 VIGILANTES DEMITIDOS HÁ 9 MESES.

20140521_103046 b

O Sindicato dos Vigilantes de Rondônia (SINTEV), após a demissão em massa dos vigilantes da empresa Rocha, ajuizou ação na 6ª Vara do Trabalho da PVH, visando o bloqueio de créditos da empresa junto ao Estado de RO, referente aos vigilantes que prestavam serviços nas escolas Estaduais, que finalmente chegou a um acordo, obrigando o governo e a empresa Rocha a pagarem as verbas rescisórias de aproximadamente 1.800 vigilantesque desde Outubro de 2013 aguardavam ansiosamente o recebimento do restante de seus direitos após o enceramento do contrato de vigilância das escolas estaduais por parte do governo de Rondônia.

Em razão da ação do Sindicato que bloqueou os recursos as partes já haviam realizado um acordo parcial para pagamento das seguintes verbas: salário de outubro/2013, vale alimentação de agosto, setembro e outubro/2013, FGTS referente ao mês de setembro/2013, multa de 40% sobre o FGTS, pensões alimentícias sobre os salários de outubro/2013 e rescisões e, ressalvas de férias acrescidas de 1/3 constitucional referentes ao período aquisitivo de 2011/2012, no valor total de R$ 4.436.210,74. Neste mesmo sentido as partes acordarão pagamento de diferenças em relação às verbas acordadas anteriormente, no valor total de R$ 59.552,26.

Após a mobilização da categoria fez com que o governo reconhecer, em junho de 2014, através do OFÍCIO da SEDUC, o credito da empresa referente ao reequilíbrio/realinhamento do contrato de prestação de serviços firmado entre as partes, no valor de R$ 11.379.417,88. Onde parte do valor será utilizada para a quitação das verbas trabalhistas dos vigilantes em 10 parcelas, diretamente depositada em conta judicial vinculada a ação trabalhista ajuizada pelo Sindicato nos termos do novo acordo judicial celebrado, até o dia 22 de cada mês, cujo pagamento da primeira parcela ocorrerá até o dia 22 de julho de 2014 e a última até o dia 22 de junho de 2015, sendo que nos meses de dezembro de 2014 e janeiro de 2015 não haverão depósitos, conforme ACORDO em anexo no processo.

Desta forma, após o reconhecimento da divida que o Estado de RO possui com a ROCHA e o acordo administrativo firmado entre as mesmas, o sindicato noticiou o digníssimo Juízo de que a empresa ROCHA acordou a utilizar o crédito da mesma que será depositado em juízo pela SEDUC para quitarem as rescisões.

O  acordo feito contemplará a totalidade das verbas que faltavam a ser pagas aos vigilantes, que seriam: Verbas Rescisórias no importe de R$ 4.271.008,75; FGTS referente ao mês de outubro/2013 no valor de R$ 131.793,74; Multa do artigo 477 da CLT no quantum de R$ 1.356.041,11 e, os substituídos com benefício previdenciário no valor de R$ 200.915,46, cujo total das verbas liquidas corresponde a R$ 5.959.759,06.

O valor devido aos vigilantes será pago em grupos/lotes, condicionados aos valores depósitos judiciais efetuados pelo Estado de RO, sendo organizados em ordem alfabética direta (de A até Z) e em ordem alfabética inversa (de Z até A), ficando assegurado o pagamento preferencial aos vigilantes sindicalizados na época da rescisão contratual, uma vez que sempre contribuíram para o crescimento da entidade Sindical, que esclarece que tal posicionamento passará a ser adotado nas novas demandas judiciais.

Caso o Estado de RO deixe de efetuar os depósitos judiciais, o TRT deverá promover o seqüestro da quantia diretamente nas contas do Estado. Ficou ainda assegurado aos vigilantes que não concordarem com os termos do acordo ou com os valores pactuados o direito de recusar o recebimento das respectivas verbas a que tem direito, bem como o de pleitear em ação própria as verbas que considerar devidas.

A diretoria do Sindicato dos Vigilantes, através de seu Presidente Paulo Tico, ressaltou que este acordo na justiça das demais verbas só foi possível graças à mobilização permanente dos vigilantes demitidos, que seguindo a orientação do SINTESV e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizou numeras manifestações de protestos em todo Estado, que esta vitória se deu em razão da luta travada por toda a diretoria, com varias reuniões na Assembléia Legislativa, na Secretaria de Educação (SEDUC), na Procuradoria Geral do Estado (PGE) e na Controladoria Geral do Estado (CGE), além, é claro, das manifestações dos vigilantes que bloquearam a BR 364 e as manifestações realizadas no palácio do Governo e a na Secretaria de Educação.

Da mesma forma, agradece o empenho dos vigilantes, que não deixaram de acreditar no trabalho sério da administração do Sindicato, que sempre que solicitou o apoio da categoria foi atendida. O Presidente agradeceu ainda o apoio e empenho da CUT/RO, que através do seu presidente Itamar apoiou e traçou os passos para que juntos pudéssemos alcançar nossos objetivos, e ainda agradecer ao Dep. Euclides Maciel pelo apoio dado no programa FIQUE LIGADO que sempre abriu espaço para que o sindicato convocasse os vigilantes e prestasse esclarecimentos sobre o andamento do processo, assim como outra pessoa importante nesse processo que foi o Dep. Claudio Carvalho que desde da demissão dos vigilantes deu total apoio a categoria.

O Presidente Paulo Tico enalteceu ainda o empenho da assessoria jurídica do Sindicato que não médio esforço não só na ação judicial, mas nas diversas diligências efetuadas pelos advogados nos inúmeros órgãos públicos envolvidos na questão para que o mais rápido possível fosse solucionada a situação dos vigilantes.

Fonte: SINTESV/RO.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: